5 de fevereiro de 2019

FDSM é a única faculdade particular do Sul de MG a conquistar Selo OAB Recomenda


Mais uma conquista consolida o curso de Direito da Faculdade de Direito do Sul de Minas como um dos melhores do Brasil: o Selo de Qualidade OAB Recomenda. Instituído em 2001, o Selo é concedido a cada três anos às instituições de ensino superior que se destacam na formação de bacharéis de Direito, combinando dois critérios: o desempenho no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e o índice de aprovação no Exame da Ordem. Veja notícia da OAB: bit.ly/2GpqPdJ .

Atualmente existem cerca de 1.500 cursos de Direito no Brasil. O Conselho Federal da OAB avaliou os 1.212 que atenderam aos critérios exigidos para participar da seleção, e a FDSM está no seleto grupo das 161 premiadas - veja lista: bit.ly/2Sig6br . Em Minas Gerais, 20 cursos foram agraciados, sendo a FDSM a única particular do Sul de Minas a conquistar o selo de qualidade. “O Selo de Qualidade OAB Recomenda é o reconhecimento de um trabalho sério que vem sendo desenvolvido há 60 anos. É uma conquista histórica para a FDSM, pois reflete todo o nosso empenho e dedicação para formar profissionais de excelência”, destacou o diretor da faculdade, professor Leonardo de Oliveira Rezende.

“O Selo OAB Recomenda tem grande importância para qualquer curso de Direito, e a FDSM é a única instituição particular do Sul de Minas a obter essa conquista. Na hora da escolha da faculdade, os alunos devem observar estes diferenciais, pois não basta fazer Direito, é preciso estar preparado para exercer a advocacia e demais carreiras jurídicas. E na FDSM o aluno recebe essa formação”, enfatizou o professor Elias Kallás Filho, coordenador do curso.

“Dos cerca de 1.500 cursos de Direito no Brasil, estamos entre os 161 melhores. Estamos muito felizes, é um presente para nós nestes 60 anos de história da FDSM. Somos uma fundação sem fins lucrativos, nossos investimentos em qualidade de ensino e estrutura física são contínuos. E isso traz os melhores resultados para o nosso trabalho. O Selo OAB Recomenda é mais uma vitória para a instituição, nossos professores, funcionários e alunos”, disse o professor Luiz Otávio de Oliveira Rezende.

Presidente da OAB critica liberação indiscriminada dos cursos de Direito no Brasil

Durante a cerimônia de premiação das instituições agraciadas pelo Selo OAB Recomenda, realizada no dia 30 de janeiro em Brasília/DF, o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, criticou a política de liberação de cursos de Direito adotada pelo Ministério da Educação em governos passados e cobrou que a atual gestão esclareça os supostos critérios que permitiram que mais de 1.500 cursos de direito funcionassem no Brasil.

“A OAB tem denunciado o estelionato educacional patrocinado pelas últimas gestões do MEC, quando da liberação indiscriminada de faculdades de Direito, sem que haja um efetivo controle e preocupação quanto à qualidade do ensino. É chegada a hora de se abrir a ‘caixa preta’ do MEC, para sabermos as reais razões desse procedimento irresponsável e que atenta contra toda a sociedade”, disse Lamachia.

Nenhum comentário: